Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Promoções dão força às vendas do Pingo Doce

As promoções da cadeia Pingo Doce são a principal razão para o aumento de 3,7% nas vendas do primeiro semestre deste ano, contribuindo para a recuperação da rentabilidade do grupo Jerónimo Martins, escreve hoje o Diário Económico.

Promoções dão força às vendas do Pingo Doce

As promoções levadas a cabo pela cadeia de supermercados Pingo Doce estão a ser bem recebidas pelo público. As vendas aumentaram 3,7 % no primeiro semestre de 2013, contribuindo assim para melhorar a rentabilidade do grupo Jerónimo Martins, liderado por Pedro Soares dos Santos.

"A nova dinâmica promocional do Pingo Doce impulsionou um crescimento das vendas de cerca de 4% no semestre, contribuindo decisivamente para a recuperação da rentabilidade da companhia", indicou fonte oficial da Jerónimo Martins ao Diário Económico.

Tendo em vista o segundo semestre de 2013, o grupo retalhista confirma que vai manter as promoções assim como a aposta nos produtos de marca própria. “Estando os consumidores com o seu orçamento doméstico cada vez mais pressionado e, por isso, mais sensíveis ao preço, o Pingo Doce manterá a sua dinâmica comercial”, referiu a mesma fonte.

A Jerónimo Martins também vai prosseguir com o plano de expansão previsto, que inclui a abertura de 290 lojas e dois centros de distribuição. No total, o grupo investirá entre 600 e 700 milhões de euros, dos quais 70% se destinam à Biedronka – marca da Jerónimo Martins na Polónia – e cerca de 100 milhões à Colômbia. Em Portugal, está prevista a abertura de um novo centro de distribuição na região do Algarve, com um investimento estimado em 75 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório