Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2019
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

"Espero que não haja greve", confessa novo presidente executivo da TAP

O novo presidente executivo da TAP, Antonoaldo Neves, afirmou hoje esperar que não haja greve dos tripulantes de cabine da transportadora aérea nacional e que o processo seja resolvido através do diálogo.

"Espero que não haja greve", confessa novo presidente executivo da TAP

"Espero que não haja greve", referiu o CEO, notando não ser a primeira greve que enfrenta e que "anúncios de greve são uma coisa que faz parte de qualquer empresa e só há uma palavra que é possível neste momento que é diálogo".

O novo 'homem-forte' da TAP, que diz acreditar "profundamente em diálogo, transparência e abertura", acrescentou ainda que "todo o anúncio de greve, toda greve é resolvida de alguma forma".

"E eu estou bastante crente no processo de diálogo, que está estabelecido entre as duas partes", disse aos jornalistas Antonoaldo Neves, que para resolver a questão com os tripulantes de cabine indicou ainda a "concessão de ambas partes e um trabalho árduo".

O responsável informou que desde a divulgação dos quatro pré-avisos de greve, a primeira das quais a ocorrer entre 09 e 11 de fevereiro, tem havido um trabalho diário.

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) apresentou ainda pré-avisos para uma paralisação a repetir mensalmente e mais duas greves parciais para operações de médio e longo curso. Decorre quinta-feira de manhã uma nova assembleia-geral do sindicato.

Depois da aprovação do seu nome para presidente executivo da companhia aérea, em assembleia-geral de acionistas que decorreu hoje, o novo líder da TAP afirmou a "motivação enorme e a responsabilidade muito grande em contribuir com esta empresa, que tem tudo para ser uma das melhores da Europa".

E entre os desafios enumerou a necessidade de "melhorar o serviço ao cliente", recordando as "restrições severas" do aeroporto de Lisboa, que prejudicam a pontualidade.

"Precisamos de melhorar a pontualidade. Estamos numa pontualidade que diria que é mediana. A TAP precisa e tem de ser das empresas mais pontuais do mundo", argumentou.

Para 2018, já foram definidas "metas extremamente desafiantes", assim como a "possibilidade de saltar, numa barra que está ainda mais alta", face aos recentes bons resultados operacionais da empresa.

Ao pedido para se descrever, o novo presidente executivo da TAP respondeu: "Mão na massa, trabalhar muito, muitas horas, gosta de trabalhar, gosta de detalhe e muito preocupado com pessoas".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório