Meteorologia

  • 24 MAIO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

Creche paga não é "apoio exclusivo" aos trabalhadores da Autoeuropa

O Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social esclarece que creche paga ao sábado “não é um apoio a conceder exclusivamente aos trabalhadores(as) da Autoeuropa”.

Creche paga não é "apoio exclusivo" aos trabalhadores da Autoeuropa
Notícias ao Minuto

21:33 - 23/01/18 por Ana Lemos com Lusa

Economia Governo

Em virtude do novo horário que será aplicado na fábrica de Palmela, a Segurança Social informou, esta tarde, que irá pagar, aos sábados, a creche  dos filhos dos funcionários da Autoeuropa, um apoio que “durará enquanto houver necessidades por parte dos trabalhadores”.

A Segurança Social já identificou as vagas em IPSS onde os trabalhadores da Autoeuropa poderão deixar os filhos nos sábados de trabalho e garante que irá compensar os encargos das IPSS através do “complemento de horário em creche”.

“Este apoio, pago às IPSS”, esclarece o Ministério do Trabalho em comunicado enviado às redações, “pode ser concedido quando numa creche com acordo de cooperação com a Segurança Social, os pais das crianças atestem necessidades de horários alargados ou horário de funcionamento distinto de modo a que a creche assegure um horário ajustado às necessidades parentais”.

“Regra geral”, lê-se no documento, este apoio é concedido “em IPSS que funcionam (…) perto de empresas ou instituições onde existe trabalho por turnos. Ou seja, não é um apoio a conceder exclusivamente aos trabalhadores(as) da Autoeuropa”.

Este apoio surge no seguimento do pedido de intervenção feito pela Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa ao Ministério do Trabalho para “ajudar a encontrar uma solução para as famílias que prestam trabalho por turnos ou ao sábado”.

"O Complemento de Horário em Creche é uma das possibilidades a considerar, caso se verifique a disponibilidade por parte de instituições sociais que desenvolvam a resposta social creche com acordo de cooperação com a Segurança Social”, reforça o Ministério de Vieira da Silva.

Estes e outros detalhes sobre o apoio aos casais com filhos que trabalham na fábrica da Volkswagen de Palmela serão discutidos esta quarta-feira numa reunião entre os serviços da Segurança Social e os recursos humanos da Autoeuropa.

O novo horário da fábrica de Palmela entra em vigor no final do mês e deverá vigorar até agosto de 2018, altura em que a administração da Autoeuropa irá discutir com a Comissão de Trabalhadores o novo período para o resto do ano.

A questão colocou-se com o fabrico do novo modelo T-Roc e, após a rejeição de dois pré-acordos pelos trabalhadores sobre alterações aos horários de trabalho, na sequência do aumento da produção, a administração impôs unilateralmente o novo modelo laboral.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.