Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Segundo resgate decidido ainda este ano

Na próxima avaliação da troika, que acontecerá em Setembro, os credores internacionais Fundo Monetário Internacional (FMI), Comissão Europeia, e Banco Central Europeu (BCE) já ao começar a estudar os possíveis cenários para Portugal após o programa de ajustamento a que o País está submetido. Sendo que, avança o Diário Económico, até ao fecho da 10ª avaliação do programa, prevista para Novembro, essa questão terá de ficar definida.

Segundo resgate decidido ainda este ano

Até ao final deste ano, o Governo vai ter de acertar com a troika se, após o cumprimento do actual programa, conseguirá recorrer a um programa cautelar ou se precisará de um segundo resgate. Ou seja, explica o Diário Económico, esta questão ficará definida aquando da 10ª avaliação do programa de ajustamento, prevista para o mês de Novembro.

O jornal recorda que a primeira possibilidade, de um programa cautelar do Mecanismo de Estabilidade Europeu (MEE), já foi apontado, várias vezes e por diversas personalidades, como o caminho de Portugal no período pós-troika, que começará em Junho de 2014. Porém, a crise política em que o País mergulhou nas últimas semanas pode condicionar o acesso de Portugal aos mercados já no próximo ano e, consequentemente, conduzir a um segundo resgate.

Mas, o Diário Económico sabe que, o ‘futuro’ será definido com a troika até ao final deste ano, ainda que a informação pode ser oficializada mais tarde.

Ainda de acordo com o jornal, este tema será porém abordado na 8ª e 9ª avaliações do memorando, que deverão realizar-se no final do Verão e de forma conjunta, visto que o 8º exame regular foi adiado a pedido do Governo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório