Meteorologia

  • 23 MAIO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Empresa japonesa propõe pagar parte do salário em bitcoin

Uma empresa de serviços 'online' japonesa vai brevemente propor aos trabalhadores serem parcialmente pagos em bitcoin, para melhor compreender esta moeda virtual, segundo o porta-voz citado pela AFP.

Empresa japonesa propõe pagar parte do salário em bitcoin
Notícias ao Minuto

12:11 - 15/12/17 por Lusa

Economia GMO Internet

A GMO Internet, que oferece vários serviços na Internet, incluindo plataforma de troca de bitcoin desde maio, vai dar a partir de fevereiro aos seus cerca de 4.000 empregados no Japão a possibilidade de receber até 100.000 ienes do respetivo salário mensal (cerca de 756 euros) em bitcoin, explicou o porta-voz .

Os funcionários deverão assim receber frações de bitcoin em cada mês, quando a mais célebre das criptomoedas conheceu uma ascensão nunca vista nas últimas semanas e a unidade valia hoje cerca de 17.050 dólares, com base em cálculos da Bloomberg, contra menos de 1.000 dólares no início do ano.

"Nós esperamos melhorar o nosso próprio conhecimento da moeda virtual com a utilização da mesma", adiantou o porta-voz da GMO Internet.

Por outro lado, a empresa vai lançar-se no próximo mês na atividade de mineração de bitcoin, que consiste em contribuir para a criação da moeda agregando blocos codificados e autentificados de transações numéricos.

Em troca, os "mineiros" são remunerados em bitcoin.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.