Meteorologia

  • 24 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Governo quer incentivar turismo no Centro após cancelamentos

O Governo vai incentivar os portugueses a passarem as férias de Natal na região centro de Portugal, fustigada pelos incêndios, através de uma campanha hoje lançada que visa "normalizar a procura" após cancelamentos.

Governo quer incentivar turismo no Centro após cancelamentos
Notícias ao Minuto

20:33 - 14/11/17 por Lusa

Economia Incêndios

"Houve cancelamentos nesta região e estamos a trabalhar com os operadores, mas também com todas as câmaras, no sentido de criar campanhas de promoção muito focadas e muito pragmáticas para normalizar a procura", disse à agência Lusa a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Nesse âmbito, é hoje lançada uma campanha de meios digitais para apelar para "que as pessoas vão fazer as compras de Natal no centro de Portugal e que também ponham nas suas agendas passar os próximos feriados na zona centro e também a passagem de ano", para que esta zona do país "recupere rapidamente".

O lançamento será feito durante o jogo de preparação para o Mundial 2018 entre a seleção portuguesa e a dos Estados Unidos, que decorre hoje, em Leiria, no âmbito de uma parceria entre o Governo e a Federação Portuguesa de Futebol.

O objetivo é "aproveitar a notoriedade e visibilidade" para chegar aos espetadores do jogo, referiu Ana Mendes Godinho.

Segundo a responsável, o investimento nesta campanha ainda não está quantificado.

As centenas de incêndios que deflagraram no dia 15 de outubro, o pior dia de fogos do ano, segundo as autoridades, provocaram 45 mortos e cerca de 70 feridos, perto de uma dezena dos quais graves.

Os fogos obrigaram a evacuar localidades, a realojar as populações e a cortar o trânsito em dezenas de estradas, sobretudo nas regiões Norte e Centro.

Esta foi a segunda situação mais grave de incêndios com mortos em Portugal, depois de Pedrógão Grande, em junho deste ano, em que um fogo alastrou a outros municípios e provocou, segundo a contabilização oficial, 64 vítimas mortais e mais de 250 feridos. Registou-se ainda a morte de uma mulher que foi atropelada quando fugia deste fogo.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório