Meteorologia

  • 25 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Portugueses estimam gastar mais em compras de Natal este ano

Estudo do Observador Cetelem aponta para uma subida de cerca de 40 euros na previsão dos gastos face ao mesmo período do ano passado.

Portugueses estimam gastar mais em compras de Natal este ano
Notícias ao Minuto

13:40 - 13/11/17 por Notícias Ao Minuto

Economia Estudo

A melhoria económica deverá fazer-se sentir já neste Natal com os portugueses a mostrarem maior vontade em abrirem os cordões à bolsa. Essa é uma das conclusões do estudo do Observador Cetelem.

Em média, os portugueses preveem gastar 252 euros em compras de Natal este ano. Um valor que supera a estimativa de 211 euros registada no estudo divulgado no mesmo período do ano passado.

Mais de um terços dos participantes neste inquérito - 36% - estima gastar mais de 250 euros. 18% dos consumidores apontam para gastos na quadra natalícia entre os 151 e os 250 euros e 15% apontam para compras de Natal entre os 76 e os 150 euros. Só 7% dos inquiridos admite ter um orçamento de compras até 75 euros.

Estes gastos serão repartidos na sua maioria para prendas de Natal – 53%. Os portugueses vão reservar uma média de 134 euros para presentes. Os gastos de mercearia também são importantes nesta altura e 34% dos gastos serão canalizados para estas compras. Apenas 8% dos valores serão despendidos em compras sazonais, como é o caso das decorações de Natal.

33% dos participantes neste estudo preveem oferecer prendas a um intervalo entre quatro e seis pessoas. 26% apenas vai oferecer a um máximo de três pessoas e 21% admite poder oferecer prendas a um intervalo entre sete a dez pessoas.

Lisboa é a cidade onde se devem verificar mais gastos (287 euros), seguindo-se o Porto (225 euros).

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório