Meteorologia

  • 21 ABRIL 2018
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 15º

Edição

Lista vencedora na Autoeuropa quer criar novo turno ao fim-de-semana

A criação de um novo turno ao fim-de-semana é uma das possibilidades admitidas pelo líder da lista vencedora das eleições para a Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, para ultrapassar o diferendo com a administração da fábrica de Palmela.

Lista vencedora na Autoeuropa quer criar novo turno ao fim-de-semana
Notícias ao Minuto

16:26 - 04/10/17 por Lusa

Economia Trabalhadores

"Há várias alternativas para se poder trabalhar ao fim-de-semana. Uma delas, que já foi falada muitas vezes, é a criação de um turno ao fim-de-semana, para trabalhar só ao fim-de-semana", disse à agência Lusa o líder da lista vencedora das eleições Fernando Goncalves, lembrando que o diferendo com a empresa está relacionado com a obrigatoriedade do trabalho ao sábado.

"O investimento foi mal planeado. E não foram criadas condições humanas nem técnicas para que o lançamento do T-Roc e a construção do mesmo não tivesse estes problemas. Deu no que deu, deu na greve", acrescentou Fernando Gonçalves, que poderá vir a ser o coordenador da Comissão de Trabalhadores da Autoeuropa, atendendo a que liderava a lista E, que foi a mais votada, com 30,32% dos votos, nas eleições realizadas na terça-feira.

Embora garanta que o diferendo com a administração da Autoeuropa sobre o trabalho ao sábado, que já resultou na greve de um dia no passado mês de agosto, "não é uma questão de dinheiro", Fernando Gonçalves deixou claro que os trabalhadores consideram que o trabalho ao sábado deve continuar a ser pago como trabalho extraordinário.

"O sábado está instituído desde o 25 de abril de 1974 como dia de descanso. E nós, quando vamos trabalhar ao sábado ou ao domingo, como já aconteceu e continua a acontecer, esse trabalho é pago como trabalho extraordinário. O trabalho ao sábado é pago como trabalho extraordinário", frisou Fernando Gonçalves.

Mas, prosseguiu, "há muitas possibilidades que têm de ser estudadas".

"Nós também temos de perceber o que é que a empresa pretende fazer em relação a isso. A administração da empresa terá de colocar em cima da mesa propostas que vão ao encontro do que os trabalhadores defendem, porque depois do chumbo de dois acordos, depois da greve e depois destas eleições, está mais do que demonstrada qual é a posição dos trabalhadores", acrescentou.

A anterior Comissão de Trabalhadores, liderada por Fernando Sequeira, que também apresentou uma lista, mas não conseguiu a eleição de nenhum representante, tinha negociado um pré-acordo com a administração da fábrica que previa o pagamento de 175 euros por mês e mais um dia de férias para além das regalias previstas na legislação para o trabalho por turnos, como contrapartida pelo trabalho aos sábados, mas o pré-acordo foi rejeitado pelos trabalhadores.

O acordo rejeitado por 74% dos trabalhadores previa a laboração da fábrica seis dias por semana, incluindo sábados, com três turnos diários, uma folga fixa ao domingo e outra rotativa ao longo da semana.

A Autoeuropa estima produzir mais de 200.000 veículos Volkswagen T-Roc em 2018, quase triplicando a produção de 2016, o que levou a empresa a contratar cerca de 2.000 novos trabalhadores e a decidir a abertura de um sexto dia de produção aos sábados, solução que não agrada aos trabalhadores e que esteve na origem da primeira grave por razões laborais realizada na fábrica de Palmela, no passado dia 30 de agosto.

Apesar das divergências entre trabalhadores e administração da Autoeuropa sobre o trabalho aos sábados, Fernando Gonçalves acredita que as partes vão encontrar uma solução adequada para pôr termo ao conflito laboral na fábrica de automóveis de Palmela.

"Foi sempre assim durante os últimos 25 anos da Autoeuropa, vai continuar a ser assim", disse.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.