Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2017
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 15º

Edição

Portugal sobe quatro lugares na lista mundial de competitividade

Portugal subiu quatro lugares no ranking mundial de competitividade do 'World Economic Forum' (WEF) e ficou na 42.ª posição, tendo os empresários apontado a burocracia e os impostos como os fatores mais problemáticos.

Portugal sobe quatro lugares na lista mundial de competitividade
Notícias ao Minuto

23:11 - 26/09/17 por Lusa

Economia Ranking

No Relatório da Competitividade Mundial do WEF, que será apresentado na quarta-feira de manhã pelo Fórum de Administradores e Gestores de Empresas (FAE), pela Associação para o Desenvolvimento da Engenharia (PROFORUM) e pela AESE Business School, em 2017 Portugal passou para a 42.ª posição no ranking.

A ineficiente burocracia do Governo (19%) e as taxas e os impostos (19%) "são os fatores mais problemáticos para os negócios e também a primeira preocupação este ano para os empresários", de acordo com o documento, que indica ainda que a regulação laboral foi a terceira preocupação apontada pelos empresários (14%).

Segundo os empresários, a preocupação relativa à instabilidade política (13%) desceu do terceiro para o quarto fator de preocupação e as condições de acesso, que têm vindo a melhorar desde 2015, estão entre os fatores mais problemáticos (tendo sido referido por 10% dos empresários).

Finalmente, também os regulamentos fiscais desceram este ano para o sexto fator de preocupação por parte dos empresários, tendo 7% apontado este aspeto como um problema para os negócios em Portugal.

A subida de quatro lugares este ano em relação à última edição foi acompanhada de um aumento da pontuação de Portugal, de 4,48 para 4,57, atingindo-se este ano a situação em que Portugal estava em 2006.

O resultado agora alcançado surge num contexto em que, após um período longo de deterioração (2006 a 2013), Portugal tinha conseguido subir 15 posições em 2014, do 51.º para o 36.º lugar no 'ranking').

Depois assistiu-se a uma nova perda de competitividade em 2015 e em 2016, ocupando Portugal a 38.ª e a 46.ª posições, respetivamente, o que representou uma queda de dois lugares no primeiro caso e de oito no segundo.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório