Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

SendEAT: Não é reinventar as entregas de comida. "É torná-las melhores"

O conceito da empresa fundada no Porto é simples, mas eficaz: Ligar os restaurantes aos clientes e garantir a chegada de refeições a casa em menos de 35 minutos.

SendEAT: Não é reinventar as entregas de comida. "É torná-las melhores"
Notícias ao Minuto

09:23 - 21/09/17 por Bruno Mourão

Economia Tecnologia

Às vezes, apetece-nos uma refeição quente, mas não queremos ir ao restaurante. Procurando na internet ou na lista telefónica, as opções não são muitas e os horários são curtos para quem tem uma súbita vontade noturna de comer algo que não seja fast food. 

No Porto, existe desde o ano passado uma solução que começou por se chamar Fobado e acabou por se transformar em SendEAT. Agora, os lisboetas também vão poder passar a utilizar esta plataforma para satisfazerem aqueles desejos de sushi, hambúrgueres, comida saudável, cozinha internacional e muito mais. 

O conceito é fácil de compreender, mas difícil de executar: os clientes visitam o site ou utilizam a aplicação da SendEAT, escrevem a morada onde querem receber a comida e podem escolher de entre um vasto leque de restaurantes para encomendar pratos e bebidas. A marca garante a entrega no espaço de 35 minutos e assegura a qualidade da comida graças a regras rigorosas de controlo de qualidade. 

"Não estamos a reinventar a roda, não estamos a inventar nenhum conceito inovador, mas estamos a melhorar a ideia que já existe", explica José Luís Gramaxo, co-fundador e CEO da SendEAT em conversa com o Economia ao Minuto. A plataforma e toda a tecnologia em que se baseia a SendEAT é a verdadeira arma da empresa fundada no Porto, construída graças à dedicação, ao trabalho, ao suor e às muitas horas de esforço dos fundadores e da pequena equipa que foram construindo ao longo de cerca de um ano de atividade. 

"A ideia foi lançada em setembro de 2016, no Porto, com o nome Fobado. Neste período experimental de um ano, contamos com a adesão de 120 restaurantes parceiros, 2000 clientes, mais de 10 mil encomendas e contratamos 70 estafetas", explica José Gramaxo, antes de elogiar os "jovens talentos" recrutados na Invicta, que permitiram ganhar uma vantagem tecnológica crucial para ter lucros ainda no primeiro ano de atividade. 

Depois de ganhar espaço próprio no Porto e em Matosinhos, a marca chega a Lisboa com a mesma ambição e uma rede alargada que conta com cerca de 50 restaurantes na capital, cerca de 20 estafetas e que cobre para já as áreas mais importantes da cidade: Estrela, Alcântara, Campo de Ourique, Campolide, Avenidas Novas, Arroios, Santo António, Misericórdia, Santa Maria Maior, S. Vicente, Panha de França, Areeiro e Alvalade.

O modelo é relativamente familiar: Os clientes pagam uma taxa de entrega fixa de 2,95 euros (à qual se junta uma penalização de 1,5 euros se o pedido for menor do que 15 euros) e a SendEAT cobra uma comissão de 25% aos restaurantes para garantir a gestão e logística. Os restaurantes parceiros têm apenas de garantir a qualidade da comida e a SendEAT assume a responsabilidade pelo transporte e pela garantia de demorar no máximo 35 minutos a chegar ao local da entrega.

Os estafetas da empresa portuguesa funcionam num modelo que José Gramaxo descreve como "semelhante" ao da Uber, ou seja, são subcontratados e fazem horários limitados pelo tempo próprio. O CEO da SendEAT explica que os pagamentos estão "muito acima da média do setor" e os horários de trabalho são definidos de acordo com a disponibilidade mensal dos condutores. O próprio CEO explica que já fez centenas de entregas para perceber o que pode ou não pedir aos estafetas, e para descobrir as melhores formas de garantir a qualidade da comida.

A convite da SendEAT, o Economia ao Minuto teve oportunidade de experimentar o serviço no centro de Lisboa e a qualidade do serviço ficou patente. A possibilidade de seguir em tempo real o estado do pedido e a localização do estafeta foi também uma agradável surpresa, em mais uma prova da evolução tecnológica proposta pela marca.

Para o futuro, a SendEAT assume a ambição de chegar a mais cidades portuguesas e algumas capitais europeias, mas sempre com uma evolução gradual. A prioridade é para já encontrar a afirmação em Lisboa e continuar a crescer no mercado do Porto e Matosinhos.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório