Meteorologia

  • 02 JULHO 2022
Tempo
30º
MIN 15º MÁX 32º

Estado identifica 1.163 precários que podem passar a ser efetivos

Os dirigentes da administração pública identificaram 1.163 trabalhadores precários que poderão vir a ser abrangidos pelo programa de regularização, anunciou hoje a secretária de Estado do Emprego Público, Fátima Fonseca.

Estado identifica 1.163 precários que podem passar a ser efetivos

O anúncio foi feito durante uma audição na comissão parlamentar do Trabalho, no âmbito do grupo de trabalho sobre o Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários do Estado (PREVPAP).

Fátima Fonseca lembrou que, até ao momento, há um total de cerca de 30 mil requerimentos de trabalhadores precários com vista à regularização da sua situação. A governante especificou que, destes, 27.410 foram entregues pelos trabalhadores, 1.163 foram identificados pelos serviços e 2.248 são contratos emprego inserção (CEI) ou CEI+.

"São números provisórios porque o trabalho das comissões de avaliação ainda não está concluído", acrescentou Fátima Fonseca, reafirmando que este diagnóstico não significa que os 30 mil precários identificados sejam todos validados.

A secretária de Estado defendeu ainda que o horário de trabalho completo deve ser "a regra" no processo de regularização porque na administração pública "os postos de trabalho devem corresponder a tempos completos".

Tanto o Bloco de Esquerda como o PCP defendem que o horário completo não deve ser condição para a regularização dos trabalhadores e ainda hoje deverão entregar propostas de alteração na comissão parlamentar nesse sentido.

Durante a audição, na qual esteve também o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita, o PSD e o CDS questionaram os membros do Governo sobre o impacto orçamental do PREVPAP.

Miguel Cabrita disse não ser possível conhecer ainda o impacto orçamental da regularização dos precários, uma vez que a avaliação do número potencial de abrangidos não está concluída.

Já Fátima Fonseca defendeu que o processo será "tendencialmente neutro" do ponto de vista orçamental. Este processo não visa poupar dinheiro, é um investimento", acrescentou a secretária de Estado.

O diploma do PREVPAP já foi aprovado na generalidade, estando a votação final do diploma prevista para quarta-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório