Meteorologia

  • 22 SETEMBRO 2017
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 17º

Edição

Startup portuguesa ganha concurso de inovação na China

Depois de uma distinção em Portugal, a Bdeo volta a estar em destaque. Desta vez, em Ningbo.

Startup portuguesa ganha concurso de inovação na China
Notícias ao Minuto

10:46 - 14/09/17 por Bruno Mourão

Economia Empresas

A vitória partilhada da Bdeo no programa Protechting Portugal, lançado pela Tranquilidade e pela Fosun, foi o primeiro passo num caminho de afirmação que já se alargou além-fronteiras. 

"A Bdeo, uma das startups vencedoras do Protechting, programa de aceleração de Startups promovido pelo Grupo Fosun e pela Fidelidade, conquistou o primeiro lugar na final do Protechting Innostar, uma competição de inovação promovida pelo Grupo Fosun em conjunto com o Governo local de Ningbo na China", revela a Fidelidade em comunicado oficial enviado para a redação do Economia ao Minuto. 

"A final do Protechting Innostar decorreu em Ningbo e contou com a participação de 13 equipas oriundas da China, Estados Unidos, Portugal, Itália e Espanha. A Bdeo, que se sagrou vencedora da edição de 2017, recebeu um prémio monetário no valor de 100.000 yuans renminbi (cerca de 13.000 euros)." 

"O Protechting Innostar arrancou em janeiro de 2017 e atraiu mais de 1000 equipas de jovens empreendedores, de mais de 31 países. A edição deste ano centrou-se nas temáticas de seguros financeiros, saúde e inteligência artificial, tendo em vista a criação de soluções para melhorar a eficiência interna de empresas tradicionais através da inovação tecnológica. A escolha da cidade de Ningbo como local da final do concurso reflete o seu contributo e importância para a inovação no sector segurador Chinês", garante o mesmo comunicado.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório