Meteorologia

  • 18 OUTUBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Mais 400 trabalhadores da PT chamados a rescindir. "É a marca da Altice"

O líder do Sindicato dos trabalhadores da Portugal Telecom confirmou ao Economia ao Minuto que a Altice fez propostas de rescisão a mais quatro centenas de trabalhadores. Jorge Félix fala num "processo de despedimento encapotado".

Mais 400 trabalhadores da PT chamados a rescindir. "É a marca da Altice"
Notícias ao Minuto

09:12 - 11/08/17 por Bruno Mourão

Economia Empresas

Os trabalhadores da direção de atendimento ao cliente da Portugal Telecom são os mais recentes alvos da política de redução de custos da Altice. A empresa de Patrick Drahi propôs a rescisão de contrato aos 400 funcionários responsáveis pela gestão diária do atendimento e reclamações, dando mais um passo no processo de transformação da PT.

"A empresa está a chamar progressivamente todos os trabalhadores dessa área para rescindir o acordo. A informação que temos é que existe a intenção de convidar todos os membros dessa direção a sair", garante Jorge Félix, presidente do Sindicato dos trabalhadores do Grupo Portugal Telecom, em declarações ao Economia ao Minuto.

Jorge Félix admite que "os trabalhadores não são obrigados a aceitar", mas lança uma pergunta: "Para aqueles que não aceitarem, o que vai acontecer? A empresa não diz".

O Sindicato garante que o trabalho que está a ser feito pela direção de atendimento ao cliente é necessário e "acabarão por dar este serviço a empresas de trabalho temporário": "É isso que a empresa quer fazer para reduzir custos".

"Infelizmente a marca da Altice é essa. Onde está, começa por reduzir os produtores, muitos sem vontade mútua, reduz as chefias, agora está a reduzir a estrutura e os trabalhadores. E dois anos, é quase a destruição da Portugal Telecom."

Os representantes sindicais já falaram com a Altice para esclarecer o novo processo de rescisões, mas como Jorge Félix admite, "do ponto de vista legal, a empresa tem legitimidade para convidar os trabalhadores a fazer rescisões", desde que exista acordo de ambas as partes. Ainda assim, o número de trabalhadores envolvidos faz com que o processo seja "um despedimento encapotado" com base legal, acusa o líder do Sindicato.

O Economia ao Minuto contactou a Altice para obter esclarecimentos sobre o novo processo de rescisões, mas ainda aguarda resposta oficial.

[Notícia em atualização]

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório