Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2017
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 21º

Edição

Visa e PayPal alargam acordo de colaboração à Europa

Duas das mais reconhecidas marcas mundiais do setor dos pagamentos expandiram para mais um território a aliança que já as une na Ásia-Pacífico e nos Estados Unidos.

Visa e PayPal alargam acordo de colaboração à Europa
Notícias ao Minuto

10:03 - 18/07/17 por Bruno Mourão

Economia Pagamentos

A sinergia entre a rede Visa e a PayPal já é uma realidade em dois dos maiores mercados do mundo, mas a Europa estava excluída. Agora, os clientes do 'velho continente' vão ter a mesma oportunidade de ter uma vida facilitada no que toca a pagamentos que é dada neste momento aos norte-americanos e aos asiáticos. 

Em comunicado oficial enviado às redações, as duas empresas anunciaram o alargamento do acordo de colaboração ao mercado europeu, com o objetivo de "acelerar a adoção de pagamentos seguros e convenientes online, in-app e in store". 

"Adicionalmente, a PayPal – sob a sua licença bancária na Europa - irá juntar-se à rede Visa de clientes e instituições financeiras com a possibilidade de disponibilizar contas Visa na Europa, permitindo que os consumidores e instituições utilizem os seus fundos PayPal para efetuar pagamentos em qualquer parte do mundo onde a Visa seja aceite", explica o mesmo comunicado. 

"A parceria europeia facilita, às instituições financeiras, a oferta aos titulares de conta a possibilidade de checkout onde quer que a aplicação PayPal seja aceite, o que permite ainda mais opções ao consumidor. Este acordo irá também permitir a aceitação da PayPal em empresas europeias que contemplem Visa in store, providenciando oportunidades de crescimento para ambas as empresas e os seus clientes."

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório