Meteorologia

  • 19 FEVEREIRO 2020
Tempo
12º
MIN 7º MÁX 19º

Edição

Receitas da restauração sobem 2,2% para 3,7 mil milhões em 2016

O volume de negócios do setor da restauração aumentou 2,2% em termos homólogos para 3.730 milhões de euros em 2016, confirmando a tendência de crescimento iniciada em 2014, segundo um estudo hoje publicado pela Informa D&B.

Receitas da restauração sobem 2,2% para 3,7 mil milhões em 2016
Notícias ao Minuto

18:40 - 05/06/17 por Lusa

Economia Informa D&B

"Entre 2009 e 2013 o mercado português da restauração perdeu cerca de 30% do seu valor, devido ao corte substancial do gasto das famílias e empresas e à forte concorrência em preços existente no setor", assinalou o estudo setorial dedicado ao setor da restauração em Portugal.

Mas, conforme realçou a Informa D&B, "a partir de 2014 a tendência inverteu-se, tendo o valor do mercado registado taxas de variação positivas".

O segmento da comida rápida foi o que evidenciou o desempenho mais favorável, "graças aos seus preços competitivos e às mudanças de hábitos alimentares da população", assinalou o estudo, revelando que, em 2016, "as vendas de este tipo de estabelecimentos registaram um crescimento de 7,6%, para 780 milhões de euros".

A Informa D&B dá também conta de que, em 2015, o número de empresas gestoras de estabelecimentos de restauração em Portugal era de 28.610, cerca de 3.000 menos do que as existentes em 2008, e que, em 2014, eram responsáveis por 114.000 postos de trabalho, com uma média de quatro trabalhadores por empresa.

"As previsões a curto prazo para a economia portuguesa apontam para a continuação do crescimento do consumo privado. Neste contexto, estima-se que o mercado da restauração atinja em 2017 um valor próximo dos 3.800 milhões de euros (+1,9%), sendo expectável um aumento semelhante em 2018", antecipou.

Outra conclusão do estudo é que "a oferta do setor apresenta um grau de fragmentação elevado, predominando os operadores independentes e de pequena dimensão".

Contudo, acrescentou, é notória "uma tendência de concentração empresarial, impulsionada pelo avanço das principais cadeias de restaurantes, tanto de comida rápida como de restauração informal, as quais têm aumentado o seu peso no mercado nos últimos anos".

Os cinco maiores operadores do setor por volume de negócios detinham em 2016 uma quota de mercado conjunta de 11%, enquanto a quota dos dez maiores rondava os 15%, de acordo com o estudo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório