Delors quer instituição europeia composta por deputados nacionais

O antigo presidente da Comissão Europeia Jacques Delors apelou hoje à criação de uma instituição formada por representantes dos parlamentos nacionais de todos os países da União Europeia (UE) para reforçar a confiança dos cidadãos na Europa.

© DR
Economia Apelo

"Deve ser criada uma instituição constituída por representantes de parlamentos nacionais", declarou Delors numa conferência em Lisboa, na Fundação Calouste Gulbenkian, focada no consolidar da união económica e monetária na Europa.

PUB

A UE, declarou o francês, "tem de ser reconstruída", até porque o momento atual, de crise económica e social, tem potenciado o regresso dos "populismos, quer à esquerda quer à direita".

"Não há um doutor milagre chamado Europa", comentou o presidente fundador do “think tank” Notre Europe, para quem os erros cometidos em anos recentes pelos dirigentes europeus "têm de ser reparados" com vista ao retomar do crescimento e emprego.

Delors apelou também à intervenção do Banco Central Europeu (BCE) junto das empresas com vista ao seu financiamento e ao potenciar do emprego na UE.

Jacques Delors falava perante uma plateia composta por, entre outros, o secretário-geral do PS, António José Seguro, a antiga líder do PSD Manuela Ferreira Leite, o presidente do conselho geral e de supervisão da EDP, Eduardo Catroga, e o presidente do Tribunal de Contas, Guilherme d´Oliveira Martins.

Delors cumpriu três mandatos à frente da Comissão Europeia (1985-1995) e foi nomeadamente responsável pelas reformas que permitiram criar a União Económica e Monetária.

A visita a Lisboa realiza-se na qualidade de presidente fundador do “think tank” Notre Europe, presidido pelo português António Vitorino, que também marcou presença na conferência de hoje.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser