Clima económico mantém subida em março mas atividade económica recua

O indicador de clima económico aumentou em março e o indicador de atividade económica diminuiu em fevereiro, interrompendo o movimento ascendente observado desde agosto, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

© Wikimedia Commons
Economia INE

De acordo com o INE, o indicador de clima económico (calculado através de inquéritos a empresas de vários setores de atividade) aumentou em março para os 1,6 pontos, depois da subida de fevereiro para os 1,4 pontos.

PUB

Já o indicador de atividade económica diminuiu dos 2,4 pontos de janeiro para os 2,2 pontos de fevereiro, interrompendo a subida dos últimos meses.

O indicador quantitativo do consumo privado, por sua vez, desacelerou em fevereiro, "refletindo um contributo positivo menos expressivo da componente de consumo corrente".

Já o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) acelerou devido ao comportamento das componentes de construção e de material de transporte, refere o INE.

O gabinete nacional de estatística alerta que os indicadores de atividade económica, consumo privado e de FBCF correspondem a novas séries.

Os indicadores de confiança do INE são calculados através de médias móveis de três meses dos saldos de respostas extremas a inquéritos.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser