Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 16º

Edição

Serviços públicos obrigados a manter portas abertas mais horas

A proposta de alargamento do horário na Função Pública, das actuais 35 para 40 horas semanais, vai ter uma consequência directa também no horário dos serviços que passarão a estar de portas abertas mais horas, destaca a edição desta quarta-feira do Diário Económico.

Serviços públicos obrigados a manter portas abertas mais horas

O aumento do horário semanal para os trabalhadores da Administração Pública, uma proposta já apresentada pelo Governo aos sindicatos, vai ter uma implicação também no funcionamento dos serviços públicos.

Conta hoje o Diário Económico que, no mínimo, estes serviços passarão a estar abertos durante mais tempo, ou seja, entre as 9h00 e as 13h00 e entre as 14h00 e as 18h00, sendo que actualmente o horário normal de atendimento ao público é das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

A proposta do Governo sublinha, porém, que a duração média do trabalho semanal, contando com as horas extraordinárias, não pode exceder as 48 horas, face às actuais 42.

Esta nova regra, enviada ontem aos sindicatos da Administração Pública, é apresentada como “imperativa” e sem possibilidade de negociação colectiva, contrariamente ao que acontece no sector privado.

De salientar que além deste aumento do horário de trabalho para 40 horas, o Governo pretende ainda reduzir os dias de férias dos funcionários públicos, bem como aumentar as contribuições para a ADSE e subsistemas de saúde, alterar a actual tabela remuneratória e cortar nos suplementos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório