Remessas dos emigrantes subiram 44,4% em janeiro

As remessas dos emigrantes subiram 44,4% em janeiro, para 333,4 milhões de euros, enquanto as verbas enviadas pelos estrangeiros a trabalhar em Portugal aumentaram 1,7% para 45,5 milhões de euros.

© DR
Economia Transferências

De acordo com o Boletim Estatístico do Banco de Portugal, hoje divulgado, as verbas enviadas pelos portugueses a trabalhar no estrangeiro passaram de 230,9 milhões de euros, em janeiro de 2016, para 333,4 milhões de euros, no primeiro mês deste ano.

PUB

Como tradicionalmente, os portugueses em França e na Suíça enviaram os valores mais altos (112,7 e 79,2 milhões), representando aumentos de 52,8% e 33,2%, respetivamente.

Em sentido inverso, as remessas dos estrangeiros a trabalhar em Portugal subiram 1,7%, tendo subido de 44,78 milhões no primeiro mês de 2016 para 45,55 milhões de euros em janeiro deste ano.

O Brasil, como habitualmente, representou a maior fatia, tendo ultrapassado os 19 milhões de euros em janeiro deste ano, apesar da descida de 9,2% face aos 20,98 milhões enviados no primeiro mês do ano passado.

Os valores de janeiro mantêm a tendência registada no total do ano passado, em que as remessas dos emigrantes aumentaram 0,83%, para 3,343 mil milhões de euros, ao passo que o dinheiro enviado pelos estrangeiros a trabalhar em Portugal subiu 2,16%, para 533,9 milhões de euros.

No total de 2016, as remessas dos emigrantes portugueses passaram de 3,3156 mil milhões de euros, em 2015, para 3,3432 mil milhões de euros; em sentido inverso, as remessas enviadas pelos imigrantes em território português passaram de 522,61 milhões de euros, em 2015, para 533,9 milhões, no ano passado.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser