Desavenças técnicas provocam 'colapso' da bitcoin

A moeda virtual mais conhecida do mundo viveu um fim de semana terrível devido à incapacidade de resolver um problema aparentemente simples.

© Reuters
Economia Mercados

Há pouco mais de duas semanas, a bitcoin vivia a melhor época de sempre. Pela primeira vez na História da moeda, o ouro estava cotado a um valor mais baixo, devido ao contexto favorável e à confiança cada vez maior na bitcoin.

PUB

No entanto, o tamanho relativamente limitado do mercado e uma desavença aparentemente irresolúvel entre programadores, investidores e empreendedores parece ter invertido a tendência positiva e no espaço de dois dias, retirou cerca de 20% ao valor da moeda virtual mais conhecida do mundo.

Depois de ter chegado a valer 1.259 dólares por unidade na semana passada, a bitcoin tocou em mínimos de 970 dólares no sábado e no domingo, estava a ser comprada e vendida a uma média de 999 dólares. O preço está esta manhã em cerca de 1.033 dólares, um valor ainda assim bastante mais baixo do que o máximo da passada semana.

De acordo com o MarketWatch, a queda deve-se à incapacidade de resolver um problema técnico sobre a quantidade de dados num 'block', ou seja, um conjunto de transações de bitcoins.

A comunidade já discute há cerca de dois anos a possibilidade de aumentar o tamanho máximo de cada 'block' para mais do que o tamanho atual (um megabyte) devido ao aumento da capacidade da rede, mas as posições dos defensores e detratores da ideia parecem estar cada vez mais extremadas. Há até quem já pense em separar o mercado em dois para garantir que todos têm possibilidade de trocar como preferem, mas a ideia teria consequências potencialmente devastadoras para o valor da moeda virtual.

Para já, a desvalorização dos últimos dias é o primeiro efeito negativo, mas poderá não ser o último.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser