Custo da mão-de obra subiu na zona euro e em Portugal no quarto trimestre

Os custos horários da mão-de-obra aumentaram no quarto trimestre de 2016, 1,6% na zona euro, 1,7% na União Europeia (UE) e 1,2% em Portugal, face ao mesmo período de 2015, segundo o Eurostat.

© iStock
Economia Trabalho

De acordo com o gabinete oficial de estatísticas da UE, a subida dos custos da mão-de-obra acelerou na zona euro e UE face ao terceiro trimestre de 2016 (1,4% e 1,8%), mas abrandou em Portugal (2,8% entre julho e setembro de 2016).

PUB

Na zona euro, os custos com salários subiram 1,6% e os não salariais 1,5%, enquanto na UE aumentaram 1,8% e 1,5%, respetivamente.

Em Portugal, ambos os componentes dos custos horários da mão-de-obra subiram 1,2% face ao trimestre homólogo.

Entre outubro e dezembro de 2016 - e na comparação homóloga - a Roménia (12,3%), a Lituânia (10,7%), a Letónia (8,1%) e a Bulgária (8,0%) registaram as maiores subidas no indicador, tendo as quebras sido observadas na Grécia (-0,5%) e na Áustria (-0,1%).

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser