Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Faltam "cortes permanentes" pois "País não pode suportar pensões"

O antigo ministro das Finanças, Eduardo Catroga, que por sinal liderou também a equipa negocial do PSD com a troika, advoga, em entrevista à Rádio Renascença, que uma das falhas do Governo reside no facto de não ter avançado antes com cortes permanentes, sustentando que “o País não pode suportar estas pensões".

Faltam "cortes permanentes" pois "País não pode suportar pensões"

“Ainda não foram feitos cortes permanentes e aí foi uma falha do Governo”. Esta ideia é defendida por Eduardo Catroga, antigo responsável pela pasta das Finanças, que, em entrevista à Renascença, assinala: "O País não pode suportar estas pensões", pelo que, em seu entender, o ajuste de salários e de prestações sociais à despesa que o Estado pode suportar é uma inevitabilidade.

Neste contexto, Catroga sugere, enquanto alternativa ao actual regime de rendimentos dos pensionistas, a aplicação de uma nova fórmula de cálculo, que baptiza de "capitalização virtual", aplicada em função da carreira contributiva de cada um.

Ao mesmo tempo, o economista diz ser favorável ao recurso por parte do Estado a depósitos superiores a 100 mil euros perante um hipotético cenário de falência dos bancos.

Na mesma entrevista aos microfones da Renascença, Catroga não poupa algumas farpas ao ministro dos Negócios Estrangeiros e líder do CDS, Paulo Portas, sublinhando que se o parceiro de coligação governamental deixar de ser “caprichoso” o Executivo conseguirá cumprir o programa de ajustamento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório