Meteorologia

  • 06 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Gigante da moda francesa chega à Grande Lisboa e quer contratar

A marca de roupa low cost que fez furor no mercado francês está prestes a dar o salto para o principal mercado português e aposta forte no talento nacional.

Gigante da moda francesa chega à Grande Lisboa e quer contratar

No espaço de cinco anos, a Kiabi quer contratar mais de 400 pessoas em Portugal. A marca francesa de roupa a preços reduzidos já tem lojas em Beja, Évora, Pombal e Santo André, mas está a agora a caminho da Grande Lisboa através de um espaço no Fórum Sintra. 

Num comunicado a que o Economia ao Minuto teve acesso, a marca francesa revela que a intenção é abrir portas em março, com uma equipa de 40 pessoas que serão recrutadas através de um inovador método de seleção que a Kiabi apelida de 'speed job dating'. 

"Os candidatos vão passar por uma dinâmica de grupo e terão individualmente cerca de oito minutos para se apresentar e convencer um júri composto por colaboradores da Kiabi", explica Isabel Azevedo, country manager da Kiabi Portugal, antes de explicar o objetivo deste tipo de recrutamento: "Este ambiente descontraído liberta uma energia positiva e leva à descoberta de talentos. Procuramos conhecer de forma inovadora e simples os futuros membros da nossa família e ativar, desde o primeiro momento, os valores, cultura e atitude da nossa marca". 

O evento de recrutamento realiza-se esta quarta-feira à tarde no Evolution Lisboa Hotel, com a presença de 120 candidatos escolhidos de uma lista de mais de 600 candidaturas. Se perdeu a oportunidade, não se preocupe: o site da Kiabi ainda tem processos de recrutamento em aberto que poderá aproveitar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório