Há mais uma startup portuguesa nas luzes da ribalta: O ComparaJá

O site de comparação de produtos financeiros recebeu um forte investimento de um grupo de fundos e parceiros estrangeiros, que vai permitir o crescimento e a disponibilização de novas formas de comparar preços de produtos e serviços.

© Reuters
Economia Empresas

As startups portuguesas continuam de vento em popa. Na mesma semana em que a Seedrs revelou números impressionantes de investimento em empresas portuguesas na sua plataforma, surge mais uma notícia animadora para o mundo empresarial nacional.

PUB

O ComparaJá, site gratuito de comparação de produtos financeiros, conseguiu fechar com sucesso a primeira ronda de financiamento, recebendo 20 milhões de euros de um conjunto de novos parceiros que incluem fundos de investimento como o ACE & Company, a Nova Fouders Capital, a SBI Holdings e o Pacific Century Group; na lista de investidores surgem também em primeiro plano o fundador do PayPal, Peter Thiel e o fundador da Zynga, Mark Pincus.

Sérgio Pereira, o fundador do ComparaJá em parceria com Mads Faurholt-Jorgensen, explicou ao Economia ao Minuto que "a escolha do crédito, seguro ou pacote de telecomunicações mais adequado para as necessidades e perfil de cada consumidor é um processo complexo" e por isso, o ComparaJá surge como uma ferramenta essencial da vida diária.

"Através da nossa plataforma, que facilita todo o processo de pesquisa, análise e aquisição dos diferentes produtos e serviços financeiros disponíveis no mercado, já ajudámos mais de 750.000 utilizadores. Com este financiamento vamos conseguir ajudar ainda mais pessoas."

Para já, o site promete um crescimento da equipa, dando início a um processo de investimento que permitirá também um aumento do leque de produtos comparáveis: "O valor a que a startup vai ter acesso, obtido através da sua holding que agrega as restantes declinações de marca na Europa, vai ser alocado ao alargamento do seu portefólio de produtos, que atualmente inclui Cartões de Crédito e Crédito Pessoal, nomeadamente pela inclusão da comparação de Crédito à Habitação, Seguros e Telecomunicações, para além da melhoria da sua estrutura tecnológica".

Recorde-se que o ComparaJá foi incubado na Startup Lisboa e recebeu desde cedo o apoio do atual secretário de Estado da indústria, João Vasconcelos.

O Economia ao Minuto também já colaborou várias vezes com o ComparaJá, para responder a perguntas comuns em assuntos como os depósitos a prazo curtos, os mais longos, os seguros de viagem, o crédito a deficientes, as vantagens dos novos bancos a operar em Portugal, o endividamento dos portugueses, as mudanças na Fatura da Sorte e muitos outros temas.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Seja o primeiro a saber todas as novidades de Economia

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser