Fusão das estruturas da Airbus leva a mais de mil despedimentos na Europa

A fusão das estruturas do grupo Airbus que envolverá a divisão de fabrico de aviões comerciais vai suprimir "no máximo 1.164" postos de trabalho na Europa, anunciou hoje a empresa com sede em Toulouse, França.

© Reuters
Economia Negócio

A Airbus, que emprega 136.000 pessoas a nível mundial, deu a conhecer esta medida na reunião do comité de empresa para a Europa, que se realiza em Toulouse, com o objetivo de fechar as negociações com os trabalhadores até meados do próximo ano.

PUB

Enquadrada no pacote de "medidas sociais" que a Airbus vai pôr em prática no âmbito da fusão das suas estruturas, a empresa alega que, para não despedir trabalhadores, irá alcançar este número através, nomeadamente de despedimentos voluntários e de reformas antecipadas.

A Airbus desenvolve a atividade na área do fabrico de aviões comerciais, helicópteros para uso civil e na área do desenvolvimento de programas espaciais.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS