Empréstimos às famílias com destino à habitação mantêm quedas

Os empréstimos concedidos pelos bancos a particulares com o destino habitação voltaram a cair em outubro 2,7% em termos homólogos, assim como os acordados com sociedades não financeiras (-2,4%), segundo dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

© Wikimedia Commons
Economia BdP

Em outubro, a taxa de variação anual (tva) dos empréstimos concedidos às famílias manteve-se nos -1,6% (igual a setembro), com a tva do crédito à habitação a permanecer também nos -2,7% e a do crédito ao consumo e outros fins nos 3,5%.

PUB

O rácio de crédito vencido das famílias, por sua vez, aumentou 0,1 pontos percentuais, face a setembro, situando-se agora em 5,3%, e a percentagem de devedores com crédito vencido foi de 14,1% (mais 0,1 pontos percentuais face ao mês anterior), de acordo com o BdP.

No que diz respeito aos empréstimos concedidos às sociedades não financeiras, segundo a instituição, em outubro, a tva diminuiu 0,1 pontos percentuais, situando-se em -2,4%.

A tva dos empréstimos às empresas privadas exportadoras, por sua vez, permaneceu nos -0,6%.

As sociedades não financeiras apresentaram um rácio de crédito vencido de 16,7% (mais 0,2 pontos percentuais face a setembro) e uma percentagem de devedores com crédito vencido de 28,9% (-0,3 pontos percentuais em relação ao mês anterior).

O rácio de crédito vencido das empresas privadas exportadoras aumentou 0,4 pontos percentuais, passando para 7,4% e a percentagem de devedores com crédito vencido aumentou 0,5 pontos percentuais, fixando-se em 10,8%.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS