Lisboa em baixa com Galp Energia a liderar perdas

O dia está a ser negativo para o principal índice do mercado português. Com a Europa a dividir os ganhos e perdas, o setor da energia acaba por arrastar a bolsa para o vermelho.

© iStock
Economia Bolsa

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, estava hoje em baixa, com as ações da Galp Energia a caírem 1% para 12,325 euros.

PUB

Cerca das 8h55 em Lisboa, o PSI20 estava a descer 0,94% para 4.425,57 pontos, com sete 'papéis' a desvalorizarem-se, sete a subirem e quatro inalterados, depois de em 27 de junho ter terminado a sessão no mínimo de sempre de 4.260,13 pontos.

Contudo, as perdas eram lideradas pela Pharol, cujas ações estavam a cair 1,68% para 0,176 euros.

As ações da NOS e da Corticeira Amorim eram outras das que maiores decréscimos registavam, estando a descer 0,50% para 5,358 euros e 0,47% para 8,09 euros.

No outro extremo, os 'papéis' da REN eram os que mais subiam, estando a valorizar-se 0,58% para 2,58 euros.

Na Europa, as principais bolsas estavam hoje mistas, atentas à reunião da Comissão de Assuntos Económicos e Monetários do Parlamento Europeu para examinar os avanços económicos na zona euro e à publicação dos dados dos gastos das famílias e do índice de clima empresarial em novembro.

Nos Estados Unidos vai ser publicado hoje o segundo cálculo do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre deste ano, que segundo a primeira estimativa registou um crescimento de 2,9%.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em baixa na segunda-feira, invertendo a tendência das últimas seis sessões, com o Dow Jones a descer 0,28% para 19.097,90 pontos, depois de ter subido até ao atual máximo de sempre, de 19,152,14 pontos, em 28 de novembro.

No mercado de matérias-primas, o barril de petróleo Brent, para entrega em janeiro, abriu hoje em baixa, a cotar-se a 47,85 dólares, no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 0,80% do que no encerramento da sessão anterior.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, mas a subir para 1,0604 dólares, contra 1,0600 dólares na segunda-feira.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS