Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 16º

"Depois da emergência é hora de dar oportunidade ao crescimento"

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira disse, esta terça-feira, no Parlamento que "chegou a hora, depois de uma política de emergência, dar oportunidade ao crescimento", comentando o que está contido no Documento de Estratégia Orçamental (DEO).

"Depois da emergência é hora de dar oportunidade ao crescimento"
Notícias ao Minuto

16:39 - 30/04/13 por Lusa

Economia Álvaro

Álvaro Santos Pereira, que está a ser ouvido na comissão de Segurança Social e Trabalho, acrescentou que o DEO, aprovado hoje em reunião extraordinária do Conselho de Ministros e que será apresentado durante a tarde na Assembleia da República, vai permitir "o investimento", embora se tenha escusado a revelar medidas concretas.

O ministro da Economia adiantou que após as duas primeiras fases da política do Governo, estabilização financeira do país e, mais tarde as reformas estruturais, Portugal está agora pronto para uma política de crescimento.

Santos Pereira respondia às dúvidas do deputado socialista Vieira da Silva, ex-ministro do Governo de José Sócrates pelos pelouros da segurança social e trabalho, que questionou a presença do ministro na comissão sem apresentar as medidas contidas no DEO.

Vieira da Silva afirmou não "ser possível discutir a evolução do emprego sem se saber qual é o sentido da estratégia orçamental", acrescentando que, desde que o Governo tomou posse "houve a destruição de 250 mil postos de trabalho" e sem que haja nos próximos anos uma inversão deste caminho.

Álvaro Santos Pereira apelou a consensos entre os partidos e também dos parceiros sociais para uma estratégia de crescimento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório