Lisboa vira para o vermelho com peso da Sonae e Mota-Engil

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, estava hoje em baixa ligeira, com as ações da Mota-Engil a caírem 0,71% para 1,81 euros e as da Sonae SGPS a subirem 1,01% para 0,699 euros.

© Reuters
Economia Bolsa

Cerca das 9h00 em Lisboa, o PSI20 estava a descer 0,05% para 4.676,01 pontos, com oito 'papéis' a valorizarem-se, sete a caírem e três inalterados, depois de em 27 de junho ter terminado a sessão no mínimo de sempre de 4.260,13 pontos.

PUB

As ações da EDP e da Corticeira Amorim eram outras das que maiores ganhos registavam, estando a subir 0,57% para 3,007 euros e 0,41% para 9,70 euros.

No outro extremo, além dos 'papéis' da Mota-Engil, os dos CTT eram dos que maiores decréscimos registavam, estando a cair 0,48% para 5,999 euros.

Na Europa, as principais bolsas estavam hoje de manhã em baixa, apesar da divulgação de bons dados da economia chinesa e com os investidores pendentes da evolução do preço do petróleo.

A economia chinesa cresceu 6,7% no terceiro trimestre deste ano face ao mesmo período do ano passado e à mesma taxa dos outros dois trimestres deste ano.

No mercado de matérias-primas, o barril de petróleo Brent, para entrega em dezembro, abriu hoje em alta, a subir para 52,13 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,87% do que no encerramento da sessão anterior.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em alta na terça-feira, com o Dow Jones a subir 0,42% para 18.161,94 pontos, depois de ter subido em 15 de agosto até aos 18.636,05 pontos, o nível máximo desde que foi criado.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, mas a subir para 1,0983 dólares, contra 1,0973 na terça-feira.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS