Produção da EDP Renováveis sobe 20% até setembro

A EDP Renováveis aumentou a produção de energia limpa em 20% nos primeiros nove meses deste ano face ao mesmo período de 2015, para um total de 18,1 terawatt hora (TWh), segundo os dados operacionais hoje libertados pela empresa.

© Reuters
Economia Energia

No relatório de produção e capacidade dos primeiros nove meses do ano, enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP Renováveis (EDPR) explicou que "o aumento da produção beneficia das adições de capacidade nos últimos 12 meses assim como do fator de utilização superior (29% contra 28% nos primeiros nove meses de 2015)".

PUB

Entre janeiro e setembro, as operações da EDPR na Europa e na América do Norte geraram 48% e 50% do total da produção, respectivamente.

Na Europa, a geração aumentou 19% face ao período homólogo de 2015 para 8,6 TWh, dada a consolidação da ENEOP (+1,0 TWh face aos primeiros nove meses de 2015) e o aumento de 7% da produção em Espanha como resultado do maior recurso eólico. No resto da Europa a geração manteve-se estável face a igual período do ano passado.

Na América do Norte, a geração da EDPR aumentou em 18%, totalizando 9,0 TWh, "espelhando o efeito positivo das adições de capacidade e o superior recurso eólico no primeiro trimestre de 2016 face aos primeiros três meses de 2015", informou a energética.

Já no Brasil, a produção aumentou para 440 GWh dada a maior capacidade em operação e o superior recurso eólico.

Nos primeiros nove meses, a EDPR atingiu um fator de utilização de 29%, "refletindo os benefícios de uma carteira de ativos equilibrada pelas diferentes geografias e a qualidade intrínseca dos parques da EDPR dado o distinto 'know-how' na avaliação do potencial eólico", sublinhou.

Em setembro, a EDPR geria um portefólio de 9,7 GW em 10 países, dos quais 5,1 GW na Europa (2,4 GW em Espanha, 1,5 GW no RdE e 1,3 GW em Portugal), 4,4 GW na América do Norte e os restantes 0,2 GW no Brasil.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS