Lisboa consegue ganhar num dia muito bom para a Europa

O principal índice da bolsa portuguesa (PSI20) encerrou a sessão de hoje a ganhar 1,71% para 4.678,43 pontos, acompanhando a onda positiva que dominou os mercados europeus de referência.

© Reuters
Economia Bolsa

Das 18 cotadas que integram o PSI20, 15 valorizaram e apenas três fecharam o dia em terreno negativo.

PUB

O BCP esteve em destaque ao crescer quase 10% para 0,0171 euros, depois de, na segunda-feira, ter convocado uma assembleia-geral para 09 de novembro com os principais acionistas a proporem a subida dos limites de voto para 30%, quando a chinesa Fosun negoceia a entrada no capital do banco.

Seguiram-se-lhe os CTT (2,17% para 6,028 euros) e os 'pesos pesados' Jerónimo Martins (1,88% para 16,26 euros) e Galp Energia (1,83% para 12,51 euros).

Depois, a Altri somou 1,80% para 3,173 euros, a REN cresceu 1,73% para 2,644 euros, a Corticeira Amorim progrediu 1,68% para 9,66 euros, a EDP Renováveis valorizou 1,64% para 7,083 euros e a EDP ganhou 1,53% para 2,99 euros.

Também a Navigator (1,40% para 2,61 euros), o Montepio Geral (0,45% para 0,447 euros), a Sonae (0,44% para 0,692 euros), a Pharol (0,40% para 0,251 euros), a Semapa (0,17% para 11,72 euros) e a NOS (0,05% para 5,794 euros) valorizaram.

Pela negativa, nota para a descida significativa da Mota-Engil (-1,73% para 1,823 euros), que foi seguida pela Sonae Capital (-0,15% para 0,68 euros) e pelo Banco BPI (-0,09% para 1,128 euros).

No resto da Europa, entre as principais praças, os ganhos variaram entre os 0,76% de Londres e os 1,85% de Milão.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS