Lisboa em alta com BCP a liderar

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI20, estava hoje em alta, com as ações do BCP a liderarem os ganhos, a subirem 3,85% para 0,0162 euros.

© DR
Economia Bolsa

Cerca das 8h55 em Lisboa, o PSI20 estava a subir 0,59% para 4.626,56 pontos, com 13 'papéis' a valorizarem-se, um a cair e quatro inalterados, depois de em 27 de junho ter terminado a sessão no mínimo de sempre de 4.260,13 pontos.

PUB

Na segunda-feira, o Banco Comercial Português (BCP) convocou uma assembleia-geral para 09 de novembro com os principais acionistas a proporem a subida dos limites de voto para 30%, quando a chinesa Fosun negoceia a entrada no capital do banco.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o BCP convoca os acionistas para uma reunião para as 14:30 (hora de Lisboa) de 09 de novembro no Taguspark, em Oeiras, com quatro pontos na ordem de trabalhos.

As ações da Galp Energia, EDP e EDP Renováveis eram outras das que maiores ganhos registavam, estando a subir 1,75% para 12,50 euros, 1,32% para 7,061 euros e 1,26% para 2,982 euros.

No outro extremo, as ações da NOS eram as únicas que estavam a cair, designadamente 2,59% para 5,64 euros.

Na Europa, as principais bolsas estavam hoje de manhã em alta, com os investidores pendentes animados com a subida do preço do petróleo e pendentes da publicação de alguns dados macroeconómicos relevantes.

Assim, os investidores aguardam a publicação da inflação nos Estados Unidos e no Reino Unido, que neste último caso pode afetar a cotação da libra esterlina.

No mercado de matérias-primas, o barril de petróleo Brent, para entrega em dezembro, abriu hoje em alta, a subir para 51,78 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,48% do que no encerramento da sessão anterior.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street terminou em baixa na segunda-feira, com o Dow Jones a cair 0,29% para 18.086, 40 pontos, depois de ter subido em 15 de agosto até aos 18.636,05 pontos, o nível máximo desde que foi criado.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a subir para 1,1014 dólares, contra 1,0990 na segunda-feira.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS