Meteorologia

  • 08 MAIO 2021
Tempo
23º
MIN 13º MÁX 24º

Edição

'Bolhas' voltam aos mercados. E há razões para estar preocupado

Apenas oito anos depois de ter rebentado a crise financeira mundial mais grave desde a Grande Depressão, os investidores vêm-se confrontados com novos problemas por razões já conhecidas.

'Bolhas' voltam aos mercados. E há razões para estar preocupado

Os grandes líderes mundiais fizeram promessas e garantiram repetidamente que o contexto de baixa regulação e demasiada liberdade que permitiu a criação da 'bolha' do imobiliário não iria voltar a repetir-se, mas quando o mundo ainda recupera da queda do Lehman Brothers e da Grande Recessão de 2008, já estão a nascer mais problemas. 

Os primeiros sinais de aviso surgiram na China, onde o aumento descontrolado do endividamento e dos preços das casas nas grandes metrópoles está a desequilibrar o mercado e a criar um contexto que o homem mais rico da China classificou em entrevista à CNN como "a maior 'bolha' da História". 

Wang Jianlin, dono do Grupo Dalian Wanda, garantiu esta semana em entrevista à televisão norte-americana que está a reduzir os investimentos imobiliários, para evitar perdas históricas quando o mercado 'rebentar'. 

As soluções do governo chinês para resolver os problemas não resultaram até agora e o pior é que a China não é o único mercado a preocupar os analistas. 

A Bloomberg garante que algo muito semelhante está a acontecer na Dinamarca, um mercado onde o imobiliário está já acima dos níveis anteriores à crise financeira. As preocupações aumentam quando se percebe que o país do Norte da Europa é a nação mais endividada de toda a OCDE e mantém a tendência de aumento. 

Helge Pedersen, economista-chefe do banco Nordea garantiu à Bloomberg que está "com medo que surjam problemas de liquidez" e que está a ser criado "um péssimo cocktail" de fatores. "É reconhecidamente difícil prever uma 'bolha'. A maior parte das 'bolhas' não foram detetadas antes de rebentarem, por isso é importante fazer soar os alarmes já", garante o especialista.

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório