Cerca de 70 empresas portuguesas na feira Maison & Objet de Paris

A feira de mobiliário e decoração Maison & Objet, que decorre de 2 a 6 de setembro no Parque de Exposições Paris-Nord Villepinte, nos arredores de Paris, vai contar com 73 empresas portuguesas, de acordo com a AICEP.

© DR
Economia AICEP

"Com 73 empresas portuguesas presentes nesta segunda edição da feira Maison & Objet a representação nacional continua com um alto grau de representatividade de Portugal em França", informa o documento enviado à agência Lusa pela delegação em Paris da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).

PUB

O comunicado acrescenta que o evento é "uma das maiores feiras profissionais internacionais do setor da decoração/mobiliário em França", reunindo cerca de 110 mil visitantes e 3.345 expositores, metade dos quais são internacionais.

A Associação Portuguesa das Indústrias de Mobiliário e Afins (APIMA) vai voltar a estar presente no evento com 30 empresas, "apesar de apenas 18 empresas terem o apoio do Projeto de Internacionalização Conjunto, as restantes têm projetos individuais", indicou à Lusa Gualter Morgado, gestor de projeto da APIMA.

"É um certame que atrai visitantes de todos os mercados dos vários continentes. As empresas portuguesas participam nesta edição com o objetivo de realizar novos contactos com novos clientes e aumentar o número de mercados de exportação", explicou o representante da APIMA, salientando que "o mercado francês é o primeiro mercado de destino das exportações do setor", tendo representado 28% das exportações em 2015.

O mercado francês é também "o mais importante em termos de exportações" para o setor dos fabricantes portugueses de iluminação, explicou à Lusa Ricardo Sebastião, diretor executivo da Associação dos Industriais Portugueses de Iluminação (AIPI).

A associação vai voltar a estar no evento, desta vez com seis empresas, "a crème de la crème dos fabricantes portugueses de iluminação" naquela que é considerada como "a segunda-feira internacional mais importante para o setor da iluminação", depois de Milão.

"Temos 'know-how' que rivaliza e, eventualmente, ultrapassa alguns dos maiores 'players' do mundo fabricantes de iluminação; é o caso de uma empresa do Porto que conseguiu colocar os seus artigos de iluminação e até de mobiliário no apartamento do filme 'As Cinquenta Sombras de Grey'", explicou Ricardo Sebastião.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser