Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 14º

IRS 'come' subsídios superiores a mil euros

O acerto do IRS, devido à subida da retenção da fonte, na sequência da reposição do subsídio de férias na Função Pública, vai reduzir o subsídio de Natal, ou 13º mês, a quem ganha mais de mil euros mensais, noticia o Diário de Notícias, que adianta que, quem recebe um salário neste valor vai sofrer um acerto de 140 euros.

IRS 'come' subsídios superiores a mil euros
Notícias ao Minuto

08:43 - 19/04/13 por Noticias Ao Minuto

Economia Impostos

O Governo fez ontem saber que a reposição do subsídio de férias na Função Pública, imposta pelo Tribunal Constitucional, vai ocorrer em Novembro, sendo assumido como se se referisse ao subsídio de Natal, através de uma ginástica de ‘troca de nomes’.

De acordo com o Diário de Notícias, o acerto do IRS vai motivar uma tesourada neste 13º mês devido à subida da retenção na fonte. E tudo porque a suspensão inicialmente prevista de um subsídio motivou a criação de uma tabela só para os funcionários públicos e com taxas mais baixas do que nos privados.

O DN adianta que o agravamento fiscal vai ser sentido por todos os que ganhem mais de mil euros mensais, sendo que, para uma remuneração deste valor, o acerto vai cifrar-se nos 140 euros. Já quem ganha 1.200 euros vai sofrer um corte de 168 euros, valor que avança para quase 380 euros nos salários de 1.800 euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório