Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2017
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Dona da PT quer despedir 5 mil pessoas. Já se promete guerra

Imprensa francesa e alemã dá conta de uma reestruturação profunda na SFR, operadora controlada pelo gigante Altice há cerca de dois anos.

Dona da PT quer despedir 5 mil pessoas. Já se promete guerra
Notícias ao Minuto

13:40 - 03/08/16 por Bruno Mourão com Elsa Pereira

Economia França

O "excesso de pessoal" na SFR, como foi descrito pelo dono da Altice Patrick Drahi, vai ser resolvido através de um processo de rescisões que deverá atingir cinco mil trabalhadores até 2019. 

Os números são equivalentes a cerca de um terço da força laboral da SFR, revela o jornal Le Monde, e deixarão, a partir de 2017, a SFR desfalcada mas enquadrada na estratégia empresarial assumida por Patrick Drahi. O polémico multimilionário mudou a sede da Altice para o Luxemburgo para evitar os impostos franceses e já assumiu publicamente o objetivo de pagar o mínimo possível aos trabalhadores para maximizar os lucros. 

Segundo a televisão alemã RTL, os sindicatos foram avisados da intenção da Altice no final de julho e imediatamente pediram uma reunião com a ministra do Trabalho Myriam El Khomri, realizada ontem. Também ontem, a ministra recebeu os diretores máximos da SFR, Michel Combes e Michel Paulin, mas as reuniões não serviram para avançar o processo e extremaram ainda mais as posições de ambos os lados. 

Apesar das "discussões francas e abertas" entre empresa e sindicatos, a inflexibilidade característica de Patrick Drahi e da Altice promete trazer más notícias para os trabalhadores já no próximo ano, quando começar o processo de rescisões. 

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório