Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 21º

Edição

BES e Banif são resultado "da incompetência do Governo e supervisão"

Francisco Louçã enumera os três fatores que criaram a "tempestade perfeita" no setor bancário português.

BES e Banif são resultado "da incompetência do Governo e supervisão"

É já amanhã que os dirigentes financeiros do Banif vão ser ouvidos na comissão de inquérito parlamentar. O objetivo é descobrir o que se passou no banco para justificar a queda de mais uma entidade portuguesa tão pouco tempo depois do que aconteceu com o BES.

Na ótica de Francisco Louçã, exposta no tempo de antena da TVI, o atual estado da Banca é fruto de “uma tempestade perfeita” composta por três fatores: “a incompetência da supervisão”, “as imparidades” e a “pressão política do Banco Central Europeu (BCE)”.

Sobre o primeiro aspeto, o antigo líder do Bloco diz que “a irresponsabilidade atingiu os limites da indecência”, referindo-se tanto ao Governo como ao Banco de Portugal, lembrando que “durante um ano, Portugal teve informações sobre as dificuldades no império Espírito Santo e devia ter atuado a tempo”. Se evita intervir no Banif porque há uma campanha eleitoral em curso, significa que está a desprezar as suas funções de supervisão”, acrescenta.

Quanto ao segundo ponto, o economista diz não perceber como Portugal chegou ao ponto de ter “40 mil milhões de imparidades”, ou seja, ativos cujo valor não era verdadeiro. “São jogos contabilísticos, são facilidades e a conexão que a Banca portuguesa teve com o triângulo da construção civil e do imobiliário”, explicou.

Por fim, as responsabilidades que competem ao Banco Central Europeu, que Louçã diz ter agido “sem proteger a Banca portuguesa e com muitos jogos de estratégia de poder”.

“O BCE, percebendo que há dificuldades de financiamento de capital no Santander, decidiu injetar o Banif no Santander para resolver esse problema”, apontou, terminando o comentário com uma pergunta tanto retórica como irónica: [O Santander] comprou o Banif a 19 de dezembro e no dia 31 registou um lucro de 190%, tudo em 11 dias. Não está mau, pois não?”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório