Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 18º

Edição

Pingo Doce vai ter um investimento de 100 milhões de euros este ano

O presidente da Jerónimo Martins disse hoje que o Pingo Doce vai ter um investimento de cerca de 100 milhões de euros este ano, incluindo aberturas de lojas, remodelações e armazéns.

Pingo Doce vai ter um investimento de 100 milhões de euros este ano

"Iremos investir cerca de 100 milhões de euros no Pingo Doce", afirmou Pedro Soares dos Santos, na conferência de imprensa de resultados do grupo relativos a 2015. Este investimento inclui aberturas de lojas, remodelações e armazéns.

Por exemplo, "estamos a investir 50 milhões de euros em Valongo com um novo armazém", disse o gestor, adiantando que está ainda em negociação a compra de um outro armazém, na ordem dos "50/55 milhões de euros" na região de Lisboa, mas a construção deste último "não acontecerá certamente" este ano.

"O investimento em Portugal vai ser um terço do programado para o grupo", adiantou. O grupo Jerónimo Martins estima investir entre 550 e 650 milhões de euros este ano, com a Biedronka a absorver quase metade do montante.

Pedro Soares dos Santos sublinhou que o grupo "continua a investir sempre, mas sempre, acima dos seus lucros" e sublinhou que a Jerónimo Martins investiu "mais de mil milhões de euros em Portugal nos últimos oito anos".

"Portanto, no auge da crise, no auge da 'troika', no auge dos problemas, nós nunca deixámos de acreditar e de investir neste país", disse.

Além disso, "pagamos mais de 100 milhões de impostos entre IRC, segurança social e outras taxas. É também muito importante que fique aqui esclarecido que além de sermos um grande investidor, também somos cumpridores", salientou o gestor.

"Somos também um grande pagador de impostos e estamos no 'ranking' das empresas de pagamentos de impostos", sublinhou Pedro Soares dos Santos.

Relativamente à parceria entre o Pingo Doce e a BP, o grupo está satisfeito e abriu duas lojas no ano passado, projeto que vai continuar por ser uma "relação ganhadora".

"Vamos abrir mais cinco lojas com eles", avançou.

Pedro Soares dos Santos afastou a possibilidade do Pingo Doce avançar para o comércio eletrónico este ano, salientando que ainda "ninguém explicou como se ganha dinheiro" nesta área no segmento alimentar.

Sobre o negócio Meal Solutions, o presidente da Jerónimo Martins adiantou que está em "grande crescimento" e quase perto de se tornar autónomo, adiantando que "talvez seja uma das chaves do sucesso do Pingo Doce" atualmente.

A administração da Jerónimo Martins vai propor o pagamento adicional de 0,265 euros por ação, num total de 166,5 milhões de euros de dividendos.

"Para aqueles que nos disseram que estávamos a antecipar dividendos no ano passado" esta é a "prova provada que não estávamos a fazer nada disso", apontou.

No que respeita à taxa de segurança alimentar, Pedro Soares dos Santos disse que ainda não está resolvida e que aguarda a resposta do tribunal. O lucro da Jerónimo Martins subiu 10,5% no ano passado, face a 2014, para 333,3 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório