Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 21º

Edição

"Governo foi frágil ao não fazer braço-de-ferro sobre Banif"

O antigo líder bloquista crê que o Governo não devia ter colocado três mil milhões de euros no Banif.

"Governo foi frágil ao não fazer braço-de-ferro sobre Banif"

Francisco Louçã, no seu habitual comentário na SIC Notícias, abordou a questão da saída do défice excessivo e frisou que o Governo mostrou fragilidade na decisão da resolução do Banif.

“O Governo deu prova de fragilidade ao não fazer braço-de-ferro sobre a questão do Banif e ao não impor uma alteração sobre o Novo Banco. Bruxelas ficou satisfeita, percebeu que podia fazer pressão sobre o Governo”, esclareceu o antigo líder do Bloco de Esquerda.

O comentador explicou que o Governo está numa posição difícil porque, por um lado, já tomou decisões que implicam o Orçamento de Estado e que, por outro lado, tem de cumprir medidas impostas por Bruxelas, para que o Banif, tal como o Novo Banco, não entre nas contas do défice.

“O Governo tem razão ao dizer que o dinheiro do Banif não deve contar para este efeito”, garante, acrescentando que foi “um erro grave utilizar três mil milhões de euros num processo que é uma capitalização do Santander, foi uma pura imposição de Bruxelas”, conclui.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório