Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

"A matéria do desemprego devia ficar de fora da luta política"

Luís Marques Mendes comentou este sábado os últimos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística relativamente ao desemprego.

"A matéria do desemprego devia ficar de fora da luta política"

A taxa de desemprego caiu 1,8 pontos percentuais no segundo trimestre de 2015, passando de 13,7% para 11,9%, de acordo com os dados divulgados na passada quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Face aos comentários díspares do Governo e da oposição, Rodrigo Guedes de Carvalho inquiriu, este sábado à noite, Luís Marques Mendes sobre se ficou surpreendido com as diferentes leituras dos números divulgados pelo INE.

“Não me surpreendeu, o Governo evidentemente a saudar e a ficar feliz e a oposição a mostrar algum embaraço e algum incómodo”, afirmou Marques Mendes no seu espaço de opinião no Jornal da Noite da SIC.

O comentador sublinhou, no entanto, que o resultado é “uma boa notícia para o país”, sendo que se continua numa “tendência de descida” e trata-se do “melhor resultado desde 2010”.

“A matéria do desemprego devia ficar de fora da luta política”, vaticinou o ex-presidente do PSD, enumerando duas razões.

“Em primeiro lugar, não se deve fazer luta política com base no drama das pessoas. (…) Em segundo lugar, a questão de criar ou não criar emprego não é uma questão tanto dos partidos, é das empresas e dos empresários. (…) É certo que as politicas públicas ou ajudam ou desajudam mas parece que são os políticos que criam o emprego, o que não é verdade”, indicou Marques Mendes.

O comentador rematou dizendo que mesmo que a taxa de desemprego “continue muito alta, há uma coisa que é positiva que é a tendência de descida”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório