Meteorologia

  • 09 DEZEMBRO 2021
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

"Atitudes estúpidas" ditaram o fim do melhor ministro das Finanças

Varoufakis tinha razão em protestar, mas convinha lembrar que quando está a pedir milhares de milhões a outros países há que se ser mais tolerante.

"Atitudes estúpidas" ditaram o fim do melhor ministro das Finanças

Para João César das Neves, Yannis Varoufakis, idolatrado pelos gregos, tinha tudo para ser bem sucedido enquanto ministro das Finanças. “Atitudes estúpidas”, porém, ditaram o fim do seu mandato.

Num artigo de opinião que hoje assina no Diário de Notícias, o professor universitário escreve que o ex-ministro grego “destaca-se como o pior e o mais bem sucedido ministro das Finanças da história mundial recente”.

Conhecido “mais pelo cachecol do que pelo défice”, este catedrático grego “não domina as delicadas questões de finanças públicas e política orçamental” mas “revelou uma intensa atitude política, sentindo-se à vontade nas elaborações retóricas e nos debates parlamentares”.

Os seus maiores erros, defende João César das Neves, foram a “arrogância, pedantismo e dissipação”.

“Quando se vai pedir muitos milhares de milhões a outros países, aliás também em crise, convém mostrar solidariedade, empenho e compreensão […] Varoufakis fez exatamente o contrário”, refere, embora assuma que o ex-governante helénico tinha “bastante razão”.

Assim, e apesar de ter ganho o referendo e do forte apoio popular, as suas atitudes obrigaram-no a abdicar.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório