Meteorologia

  • 19 ABRIL 2021
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 22º

Edição

Santander vai "requerer a uniformização da jurisprudência"

Tribunal rejeitou recurso do Santander num processo em que tem de pagar 2,5 milhões. O banco já reagiu.

Santander vai "requerer a uniformização da jurisprudência"

O Santander já reagiu à decisão do Supremo Tribunal que recusou o pedido de nulidade do banco num processo em que é condenado ao pagamento de 2,5 milhões de euros à Fábrica de Papéis dos Cunhas.

"Estamos a equacionar a possibilidade de requerer a uniformização da jurisprudência", disse fonte do Banco Santander Totta, citado pelo Económico.

O banco não pode recorrer, uma vez que o Supremo decidiu a seu favor em outros dois processos judiciais envolvendo contratos de 'swap', com as empresas Cardoso e Costa Construções e a Turismadeira.

Com este novo pedido de uniformização, o Supremo teria de analisar se uniformiza as sentenças pondo-as no mesmo sentido, o que resultará numa decisão que tanto pode ser favorável ao banco como desfavorável, explica o Económico.

O que explica a diferença de decisões do Supremo Tribunal tem a ver com o facto o contrato com a Lousada Fábrica de Papéis dos Cunhas ter sido realizado sem nenhum crédito associado, o que exige que o banco pague os 2,5 milhões de financiamento associado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório