Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
18º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

Bolsas europeias mistas, à espera do acordo entre Atenas e credores

As principais bolsas europeias estavam hoje com tendências diversas, mais uma vez à espera dos 'próximos capítulos' das negociações entre Atenas e os credores internacionais para alcançar um acordo em relação à crise grega.

Bolsas europeias mistas, à espera do acordo entre Atenas e credores
Notícias ao Minuto

09:42 - 09/06/15 por Lusa

Economia Eurostoxx

Cerca das 08:55 em Lisboa, o EuroStoxx 50, índice que representa as principais empresas da zona euro, estava a subir, mas apenas 0,09%, para 3.471,35 pontos.

As bolsas de Paris e Frankfurt estavam em baixa, a recuarem 0,38% e 0,09%, respetivamente, enquanto as de Londres, Madrid e Milão estavam a subir 0,13%, 0,02% e 0,36%.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:55, o principal índice, o PSI20, estava a perder 0,35%, para 5.629,95 pontos.

Em Nova Iorque, Wall Street terminou em baixa na segunda-feira, com o Dow Jones a recuar 0,46%, para 17.766,55 pontos, depois de ter subido a 19 de maio passado até aos 18.312,39 pontos, o atual máximo de sempre desde que foi criado.

Ao nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1328 dólares, contra 1,1206 dólares no fecho de segunda-feira.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou na segunda-feira o câmbio de referência da divisa europeia em 1,1162 dólares.

Os mercados continuam 'nervosos' devido à falta de um acordo entre a Grécia e os credores. Ainda não há solução para a crise grega, reconheceram no domingo os parceiros europeus junto dos líderes dos Estados Unidos, Japão e Canadá, tendo ficado assim patentes os desencontros entre Atenas e os credores na cimeira do G7.

O presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker, sublinhou que não recebeu proposta alternativa da Grécia depois da apresentada pelas instituições credoras.

Entretanto, em Atenas, fontes do Governo grego insistem que a proposta de acordo apresentada pelas instituições credoras "não pode ser aceite na totalidade" e defenderam o seu plano de reformas como "realista e sustentável".

O barril de petróleo Brent, para entrega em julho, abriu hoje em alta, a cotar-se a 62,94 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, mais 0,39% do que no encerramento da sessão anterior.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório