Meteorologia

  • 08 JULHO 2020
Tempo
17º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Só este ano vão abrir 58 novos hotéis

Grupos como Pestana, Vila Galé, Sana, Turim, Júpiter e Porto Bey são alguns dos que contribuem para a chegada dos novos empreendimentos turísticos a terras lusas.

Só este ano vão abrir 58 novos hotéis

Portugal vai ter 58 novos hotéis até ao final do ano. Segundo o Diário Económico, estes novos empreendimentos turísticos são espelho do bom momento que o turismo nacional enfrenta e representam um crescimento na ordem dos 5,4% no número de quartos que vão estar disponíveis.

Destes 58 novos projetos, 57 serão hotéis e um será uma Pousada de Portugal, a situar-se em Lisboa – região que irá acolher, também, 23 dos novos hotéis.

Ao Diário Económico, a presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Cristina Siza Vieira, diz que “os resultados do turismo, na conjuntura, são interessantes, sendo que 2013 foi um ano de retoma e, em 2014, sustentou-se essa retoma quer em termos de taxa de ocupação, quer em RevPar”, referindo-se, aqui, ao preço médio por quarto disponível.

Embora o valor total deste investimento não tenha sido revelado, a chegada destes 58 novos empreendimentos turísticos representa um aumento de 4.752 quartos.

No total, a região de Lisboa vai receber 24 empreendimentos (sendo que destes, 22 estarão centralizados na cidade), seguindo-se o Porto e o Norte com 14 (dos quais, quatro ficarão na ‘Invicta’), o Centro com seis, o Alentejo com cinco, o Algarve com quatro, os Açores com três e a Madeira com dois.

Grupos como Pestana, Vila Galé, Sana, Turim, Júpiter e Porto Bey são alguns dos que contribuem para a chegada dos novos empreendimentos turísticos a terras lusas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório