Meteorologia

  • 30 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 20º MÁX 31º

Edição

Banco de Portugal processado por fundo estrangeiro

O colapso do BES está na origem da ação judicial, a que se junta uma outra contra o Novo Banco.

Banco de Portugal processado por fundo estrangeiro

Um fundo neozelandês processou o Banco de Portugal por se ter sentido lesado por uma dívida a que está exposto ter sido transferido para o ‘banco mau’, na sequência da cisão do Banco Espírito Santo (BES).

De acordo com o Dinheiro Vivo, o New Zealand Superannuation Fund avançou com um processo judicial contra o regulador português devido a uma dívida da Oak Finance, veículo financeiro criado pela Goldman Sachs para emprestar 835 milhões de dólares (791 milhões de euros) ao BES, um mês antes do colapso. O dinheiro serviria para ajudar a financiar a construção de uma refinaria na Venezuela.

O New Zealand Superannuation Fund tem uma exposição de 150 milhões de dólares (cerca de 142 milhões de euros) à Oak Finance.

A ação prende-se com o facto de o Banco de Portugal ter revertido a sua decisão de transferir a dívida, bem como outras obrigações de dívida sénior, para o Novo Banco, uma vez que a Goldman Sachs é, em simultâneo, detentora de ações do BES e a entidade que organizou o empréstimo

Tal tinha já levado à interposição de uma ação contra a instituição liderada por Stock da Cunha nos tribunais ingleses. Os processos decorrem em simultâneo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório