Meteorologia

  • 23 MAIO 2022
Tempo
17º
MIN 15º MÁX 22º

BES nega crimes de mercado

O Ministério Público admite indícios de prática de crimes de mercado por parte do BES, nomeadamente abuso de informação privilegiada (insider trading) e manipulação de preços, numa operação de compra e venda de acções da EDP Renováveis, que teve lugar há quatro anos. No entanto, fontes do banco negam ao semanário Sol estas infracções.

BES nega crimes de mercado
Notícias ao Minuto

06:43 - 18/01/13 por Notícias Ao Minuto

Economia Bancos

Ao Sol, fontes do banco BES manifestaram “surpresa” e “estranheza” com a notificação da CMVM ao Ministério Público, porque quando, em Março de 2012, o regulador dos mercados financeiros começou a recolher informações sobre suspeitas de crimes de mercado, “todas foram dadas, no sentido do esclarecimento cabal”.

“De acordo com a investigação interna, (…), todas as operações identificadas inscrevem-se na normal gestão de carteiras de valores mobiliários sendo demonstrável a natureza transparente das mesmas”, reforçam as mesmas fontes.

Recorde-se que, na sequência de uma investigação, desencadeada durante cerca de quatro anos, a CMVM recolheu indícios de que no BES podem ter sido cometidos crimes de mercado, entre os quais abuso de informação privilegiada (insider trading) e manipulação de preços de mercado.

Em causa está uma operação de compra de títulos da EDP Renováveis, em Janeiro de 2008, entre o BES e a seguradora BES Vida, e que envolve altos responsáveis do Banco Espírito Santos (BES).

Na iminência do processo prescrever, o Ministério Público constituiu, entretanto, vários arguidos, sendo José Maria Ricciardi (presidente do BESI) um deles, entre outros membros da direcção financeira do banco.

No entanto, o BES rejeita qualquer prática irregular e considera mesmo que não há razões para qualquer demissão, nomeadamente dos responsáveis que foram constituídos arguidos.

O semanário tentou obter esclarecimentos sobre o caso por parte da CMVM, Ministério Público e Banco de Portugal, mas sem sucesso.

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório