Meteorologia

  • 08 MAIO 2021
Tempo
23º
MIN 13º MÁX 24º

Edição

Negociou swaps que depois comprou no Governo

O atual secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, foi em 2010 administrador do consórcio privado Elos e, revela hoje o Jornal de Notícias, celebrou contratos tóxicos (swaps) associados ao troço do TGV Poceirão-Caia. Mas anos depois, já no Governo, transferiu-os para a Parpública, com perdas acima dos 152 milhões de euros. E, refira-se, sobreviveu à tempestade provocada pelos swaps que fez cair três secretários de Estado.

Negociou swaps que depois comprou no Governo

O Jornal de Notícias (JN) revela hoje, citando dados recolhidos após a divulgação da análise da auditoria do Tribunal de Contas ao TGV, que Sérgio Monteiro, atual secretário de Estado dos Transportes, negociou e assinou um empréstimo, com contratos swap associados, para o troço Poceirão-Caia.

Fê-lo em 2010, quando era diretor da Caixa/Banco de Investimento e quando o Governo de José Sócrates adjudicou ao consórcio privado Elos a linha de TGV entre o Poceirão (Palmela) e a zona de Caia (próxima à fronteira com Espanha). Enquanto administrador do consórcio, em representação da acionista CGD, Sérgio Monteiro assinou um contrato com a banca para um crédito de 690 milhões de euros, no qual constam quatro contratos swap.

Acontece que em 2011, após ser nomeado secretário de Estado, o Governo PSD/CDS cancelou o projeto ferroviário de alta velocidade e deu início às negociações para a Parpública assumir a posição do consórcio Elos no contrato de financiamento que, recorde-se, inclui quatro swaps.

Esta transmissão, conta o JN, foi aprovada a 21 de janeiro de 2013 pela ministra Maria Luís Albuquerque com uma perspetiva de perda de 180 milhões de euros. Meses depois rebentava a polémica associada aos contratos tóxicos que fez cair três secretários de Estado por ligações aos ditos swaps. Mas Sérgio Monteiro resistiu à tempestade.

Em declarações ao JN, o governante esclarece que “todas as intervenções que teve na assinatura de quaisquer contratos foram sempre precedidas pela aprovação das operações de financiamento e derivados nos órgãos próprios da CGD, dos quais não fazia parte”.

Além disso, acrescenta numa resposta assinada por uma das assessoras do Ministério da Economia, “ foi um processo negocial liderado pelo Ministério das Finanças”, no qual se “orgulha” de ter tido um “papel ativo” e “liderante” na decisão de cancelamento do TGV”. Mas no que diz respeito aos 152,9 milhões de euros que os swaps representam atualmente, nem uma palavra.

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório