Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
20º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Metade das PME's tem apenas dois anos de vida

Em Portugal as pequenas e médias empresas enfrentam cada vez mais dificuldades em conseguir sobreviver mais de dois anos, refere a Rádio Renascença.

Metade das PME's tem apenas dois anos de vida

Um estudo do ISCTE, a que a Rádio Renascença teve acesso, revela que apesar do desafio e da vontade dos portugueses em criar os seus próprios negócios, 51% das pequenas e médias empresas (PME’s) que foram criadas entre 2010 e 2011 acabaram por fechar dois anos depois.

Para a autora do trabalho, Ana Isabel Couto, estes dados revelam a “perda de dinamismo da iniciativa e atividade económica na última meia década”.

Há mais empresas a fechar do que novas empresas a serem criadas, desde o início da crise, revela um estudo do ISCTE. Segundo dados do INE, em 2006, eram cerca de 6% as empresas que sobreviviam.

Segundo a investigadora, os números traduzem o “impacto negativo” da recessão económica no tecido empresarial português, embora os portugueses estejam mais predispostos a trabalhar por conta de outrem do que os cidadãos dos restantes países da União Europeia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório