Meteorologia

  • 24 JANEIRO 2022
Tempo
MIN 6º MÁX 14º

Edição

Bancos 'recebem' quatro mil milhões da queda do BES

De acordo com uma notícia avançada pelo site Observador, os três maiores bancos portugueses ganharam com a queda do BES algo como 4000 milhões de euros. O valor chegou aos cofres das instituições bancárias pela via da transferência de depósitos. Também o Estado lucrou com o colapso do banco, ganhando investidores nos certificados de aforro e do tesouro.

Bancos 'recebem' quatro mil milhões da queda do BES

O colapso do BES fez os três principais bancos portugueses ‘ganharem’ quatro mil milhões de euros por via de depósitos que foram transferidos.

É que os resultados apresentados pelo BCP, BPI e Caixa Geral de Depósitos cresceram neste terceiro trimestre 3900 milhões de euros, isto quando o BES foi ‘encerrado’ a 3 de agosto.

Porém, caso o banco liderado por Stock da Cunha venha a ser vendido por um valor inferior ao injetado no Novo Banco (4,9 mil milhões de euros) será a banca a assumir eventuais prejuízos, sendo responsabilizados por ressarcir o Estado do empréstimo de 3900 milhões ao Fundo de Resolução.

Contas feitas, entre junho e setembro, o BCP e o BPI conseguiram que nos seus cofres entrassem mais 1.500 milhões de euros em depósitos, mas o principal beneficiado terá sido o banco estatal, uma vez que os depositantes consideram esta uma das instituições bancárias mais estáveis do sistema.

As contas apresentadas recentemente pela CGD não refletem esta realidade, mas estima o Observador que os depósitos de clientes portugueses tenham chegado aos 2,4 mil milhões de euros.

Mas também o Estado ‘lucrou’. Em julho, quando começou a tornar-se evidente a queda do banco, o investimento em certificados de aforro atingiu os 587 milhões de euros.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório