Meteorologia

  • 24 JULHO 2024
Tempo
37º
MIN 20º MÁX 37º

Insolvências aumentaram quase 7% no primeiro semestre de 2024

Até junho, 1.181 empresas entraram em insolvência em Portugal, segundo a Allianz Trade.

Insolvências aumentaram quase 7% no primeiro semestre de 2024
Notícias ao Minuto

15:14 - 11/07/24 por Notícias ao Minuto

Economia insolvências

Em Portugal, 1.181 empresas entraram em insolvência até junho deste ano, segundo dados da Allianz Trade. Significa este número um aumento de 6,8% no primeiro semestre de 2024, face ao mesmo período de 2023.

 

Porto e Lisboa são os distritos onde se registaram os maiores números de insolvências.

No Porto, foram 320 as empresas que entraram em insolvência até junho, representando um aumento de 29% face ao mesmo período de 2023.

Já em Lisboa, 215 companhias entraram em insolvência, representando um crescimento de 0,5% face aos primeiros seis meses de 2023.

Em terceiro lugar no 'ranking' está Braga, com 166 insolvências. Trata-se de um aumento de 21,2% face ao primeiro semestre do ano passado.

"Por outro lado, e tendo em conta a dimensão, os dados da Allianz Trade em Portugal revelam que as micro e pequenas empresas, com um volume de negócios inferior a 500 mil euros, até junho, continuaram a registar o maior número de insolvências", lê-se em comunicado.

Concluiu-se também que foram as empresas com mais de 10 anos que registaram maior volume de insolvências nos primeiros seis meses de 2024.

No topo da lista das insolvências estão os setores dos serviços, têxteis e construção, registando-se um "aumento expressivo" no setor têxtil, de 114%. Em sentido contrário, as insolvências nos setores dos serviços e da construção minguaram, respetivamente, 6,8% e 21,8%, face ao primeiro semestre de 2023.

"As recentes estimativas de crescimento económico para Portugal, da Allianz Trade, foram revistas em alta, apontando para o crescimento do produto interno bruto em 1,6% este ano e 1,4% em 2025. Embora estes indicadores sejam algo animadores, os cenários económicos europeu e mundial mostram que deve existir cautela, pois persiste ainda alguma incerteza económica", disse Nadine Accaoui, presidente do Conselho de Administração e Presidente da Comissão Executiva da Allianz Trade em Portugal, completando: "As projeções relativamente às insolvências, à escala mundial, indicam que estas devem aumentar durante este ano de 2024".

Leia Também: Indústria têxtil e moda com maioria de processos de insolvência até junho

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório